terça-feira, 1 de junho de 2010

ALLAN KARDEC


Prof. Denizard Rivail, o Allan Kardec (Lyon, 1804 - Paris, 1869)
Filho do juiz Jean-Baptiste Antoine Rivail e de Jeanne Louise Duhamel, nasceu às dezenove horas do dia três de outubro de 1804, na cidade francesa de Lyon, um dos maiores pedagogos e polimatas que o mundo já conheceu: Hippolyte Léon Denizard Rivail. Sua formação educacional se verificou no pioneiro Instituto de Yverdon, Suíça, fundado no mesmo ano por Johann Heinrich Pestalozzi. Hippolyte ficou por quase dez anos aos cuidados desse pai da pedagogia moderna (1815-1823?).

O professor Rivail foi um homem ao qual se pode com justiça atribuir um sa-ber enciclopédico. Chef d’Institution desde os vinte anos de idade, são muitos os seus títulos acadêmicos e luminosa a sua obra pedagógica. Lecionava cinco das seis ciências fundamentais da classificação de Auguste Comte. Não lhe foi difícil, desse modo, ingressar nas associações culturais da mais alta significância de sua época: a Academia Real das Ciências, de Arràs, e a Sociedade das Ciências Naturais de França. Exímio poliglota, dominava perfeitamente os idiomas alemão, inglês, holandês, italiano e espanhol; não mencionando o latim, o grego e o gaulês.

Segundo a obra de WANTUIL & THIESEN. "Allan Kardec. Meticulosa pesquisa biobibliográfica". Vol. I. pp. 187 e 189:

"Destinadas à instrução primária, secundária e até mesmo superior, algumas de suas obras foram adotadas pela Universidade de França, em estabelecimentos públicos.
Nos planos e projetos apresentados aos membros do Parlamento, às comissões encarregadas da reforma do ensino e à Universidade, nota-se que o autor se adiantara de muitos anos aos processos pedagógicos então em voga, aproximando-se, em diversos pontos, da escola ativa.
(...)
Antes que o espiritismo lhe popularizasse e imortalizasse o pseudônimo Allan Kardec, já havia Rivail firmado bem alto, no conceito do povo francês e no respeito de autoridades e professores, a reputação de distinto mestre da pedagogia moderna, com seu nome inscrito em importantes obras biobibliográficas".

Obras pedagógicas do Prof. Rivail:

- Qual o sistema de estudo mais em harmonia com as necessidades da época? (1831)
- Plano para o melhoramento da instrução pública (1828)
- Curso prático e teórico de aritmética (1825)
- Gramática francesa clássica (1831)
- Manual dos exames para obtenção dos diplomas de capacidade (1846)
- Catecismo gramatical da língua francesa (1848)
- Ditados normais dos exames na Municipalidade e na Sorbona (1849)
- Ditados especiais sobre as dificuldades ortográficas (1849)

Já constituindo o Espiritismo e assinando "Allan Kardec", o professor Rivail publicou estes títulos em definitivo:

- O livro dos espíritos (1857)
- O que é o espiritismo (1859)
- O livro dos médiuns (1861)
- O evangelho segundo o espiritismo (1864)
- O céu e o inferno (1865)
- A gênese (1868)
- Revista Espírita (mensário públicado sob sua direção de jan/1858 a abr/1869)
- Viagem espírita em 1862

Em 1890 foram publicados escritos inéditos de Kardec, reunidos no volume "Obras Póstumas

Nenhum comentário: