terça-feira, 1 de junho de 2010

Camada de Ozônio


A camada de ozônio está se recuperando?
Os efeitos do aquecimento global têm chocado tanto que acabaram roubando a cena e deixando o “ex-famoso” buraco da camada de ozônio em segundo plano. Mas hoje, dia 16 de setembro, data em que comemora-se o Dia Internacional da Preservação da Camada de Ozônio, o tema voltou a ser assunto na mídia e de forma positiva!

A OMM – Organização Meteorológica Mundial acaba de anunciar que há grandes chances do buraco da camada de ozônio sobre o Oceano Atlântico diminuir cerca de dois milhões de quilômetros quadrados, em relação ao ano passado.

Em 1989, entrou em vigor um acordo, chamado Protocolo de Montreal, para diminuir o uso dos CFCs – gases utilizados, principalmente, em aerosóis e geladeiras, que contribuem bastante para a destruição da camada de ozônio –, que parece ter sido eficiente. Desde 2006, os cientistas já comemoravam o fato de termos conseguido interromper o crescimento do buraco.

Agora, com o novo dado, que já estava sendo sinalizado pela NASA há algum tempo, muitos reavivaram as esperanças de conseguirmos recuperar totalmente a camada de ozônio em 2075. Será? Alguns especialistas acreditam que isso é impossível e afirmam, ainda, que 3% a 7% da camada já foi totalmente destruída pela ação do homem.

De qualquer forma, a notícia da OMM foi um presente de aniversário e tanto, não?! Além de um ótimo lembrete para todos nós: apesar de esquecido, o buraco na camada de ozônio não desapareceu e, para receber mais boas novas sobre ele, precisamos continuar fazendo nossa parte!





Fonte : Planeta Sustentáve

Nenhum comentário: