quinta-feira, 27 de maio de 2010

ADAPTSURF



A ADAPTSURF é uma Instituição que tem como missão promover a inclusão e integração social das pessoas com deficiencia ou mobilidade reduzida, garantindo igualdade de oportunidades e acesso ao lazer, esporte e cultura, através do contato direto com a Natureza.
Saiba mais sobre a ADAPTSURF, acesse www.ADAPTSURF.ORG.BR
No ultimo domingo, dia 16 de maio, momentos antes da final, A ONG ADAPTSURF promoveu uma apresentação de surf adaptado no evento com a participação dos surfistas Henrique Saraiva, na modalidade kneeboard (surf de joelhos) e Andre Souza, que surfa deitado por comprometimento dos membros inferiores, nossos atletas mostraram ao mundo mais uma vez a possibilidade de superar limites através do esporte.Aproveito o ensejo dessa postagem para agradecer mais uma vez ao Marcelo Super Glass que consertou minha prancha de última hora para que eu pudesse viajar e estar presente no dia seguinte em Saquarema. Ao Haroldo e ao Claudios, da SeaCult, que me apóiam com seus produtos surfwear, ao Rafael Rodrigues (meu Shaper) e ao Sergio Peixe (que fez meu astrodeck). Em especial, ao Irmão Phelipe Nobre meu instrutor de Surf. Deixo também meu muito obrigado a todos os envolvidos nessa atividade.As ondas perfeitas da praia de Itauna em Saquarema me agraciaram com uma das maiores emoções que eu já curti nessa modalidade esportiva.
Andrezinho Carioca!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Woohoo Aloha!!!


Aloha! é mais do que uma simples saudação, é o respeito para com outro, a amizade e a contemplação da união da natureza com o homem. Todos nós surfistas ou não, somos unidos pelo espírito Aloha.
Independente do segmento de surf que você escolheu Body Surf, Bodyboard, Surf de Pranchinha, Retro, Longboard, Towin, Stand Up Paddle Surf, Kite Surf, Wind Surf… Como Ser Humano você deve compreender e dividir esta dádiva de uma forma coletiva.

Transforme o mundo, seja, Aloha

terça-feira, 25 de maio de 2010

PRESERVE O MEIO AMBIENTE





Como vamos nos mater vivos se não mantivermos a natureza viva???

Impacto Ambiental X Educação Ambiental

O homem afeta e impacta o meio ambiente da mesma maneira que uma árvore pode influenciar o microclima de uma região e a presença de determinada vida silvestre define a cadeia alimentar e o equilíbrio entre as espécies.

O meio ambiente é um conjunto de relações interdependentes que são estabelecidas entre os fenômenos naturais, a flora, a fauna e o homem. Qualquer desses componentes, quando alterado, age de alguma forma sob os demais.Uma espécie animal, por exemplo, quando extinta, pode fazer com que outra se prolifere, destruindo parte da vegetação, que lhe servirá de alimento, podendo alterar o clima, o solo, chegando a trazer malefícios ao próprio homem, que não soube explorar corretamente o que a natureza lhe ofereceu. Esse mesmo homem, devido à facilidade de provocar ações em série, usando máquinas e tecnologia avançada, pode contribuir, em curto espaço de tempo, com a destruição um trabalho exercido há milhares de anos pela própria natureza.

Por outro lado, o trabalho no sentido oposto, em busca de uma reestruturação, não pode ser feito de repente, deve ser pensado a longo prazo.

Uma das alternativas seria o investimento em Educação Ambiental. O comportamento dito ambientalmente correto geralmente exige mudança de hábitos, tornando maior a dificuldade em se trabalhar com adultos. Principalmente quando se trata de um país subdesenvolvido, em que grande parte da população não dispõe de muitas alternativas, limitando-se a garantir a própria sobrevivência.

O trabalho com crianças é sempre mais fácil, uma vez que essas ainda estão formando sua personalidade e definido seus hábitos. Alem disso a criança tem capacidade de influenciar a opinião de adultos, podendo difundir em sua comunidade tudo aquilo que aprender.

.........................
Será que não percebemos que para nos mantermos vivos devemos preservar o meio ambiente?

Estamos todos interligados.


Devemos aprender a dividir o nosso planeta terra com outros seres vivos, seja eles quais forem!!

RESPEITAR TODA FORMA DE VIDA!

RESPEITAR e PRESERVAR TODOS OS ECOSSISTEMAS, sejam eles: dunas, banhados, oceanos, florestas, campos, manguezais etc... Cada ecosssitema abriga espécies específicas, espécies únicas e com suas particularidades e uma vez sendo destruídos estes ambientes pode-se levar a extinção de muitas formas de vida!


Precisamos da água, do ar, do solo e de todas as coisas que a natureza GRATUITAMENTE NOS DÁ, mas infelizmente, pelo mínimo, presenciamos este presente sendo destruído e é graças a ele q estamos vivos AGORA! NESTE MOMENTO!!

AME A NATUREZA, RESPEITE ELA E POR FAVOR, FAÇA A SUA PARTE!

Não existe nada mais perfeito na terra que a NOSSA NATUREZA!

Violência gera Violência

Execução de três cristãos gera protestos na Indonésia
Multidões de cristãos libertaram centenas de prisioneiros, incendiaram carros, saquearam lojas de muçulmanos e promoveram outros atos de violência no leste da Indonésia depois que três católicos foram executados hoje, disseram testemunhas e autoridades locais. Eles haviam sido condenados à morte por uma série de atentados extremistas contra alvos muçulmanos que provocaram a morte de 70 pessoas em 2000.

Na ilha de Flores, onde nasceram os três homens executados, jovens empunhando armas rústicas aterrorizaram os moradores. A polícia efetuou disparos para o alto para dispersar gangues que atacavam o Parlamento local. Em outros pontos de Flores, manifestantes bloquearam ruas e incendiaram imóveis. De acordo com a polícia e com a imprensa locais, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas nos episódios de violência sectária, inclusive um promotor público que foi esfaqueado.

O vice-presidente indonésio, Jusuf Kalla, pediu calma e assegurou que as execuções nada têm a ver com religião. "É uma questão judicial. Se as pessoas ficarem revoltadas com a aplicação da lei, estamos perdidos", comentou ele em conversa com jornalistas em Jacarta.

Fabianus Tibo, de anos 60, Marinus Riwu, de 48, e Domingos da Silva, de 42, foram executados à 1h45 da manhã de hoje (22/09/06), no horário local em Palu, capital da província de Sulawesi Central, disse I Wayan Pasek Suartha, um porta-voz da promotoria. Um painel de três juízes Agência Estado.

Os Espíritos Superiores, em todas as oportunidades que têm de nos contatar, através dos variados médiuns, não se cansam de orientar para a certeza de que a violência não é método eficiente para o combate ao mal de qualquer ordem, ao contrário, ensinam que só o amor é suficientemente capaz de modificar uma situação de violência.

Por essa razão, é que a “pena de morte” não se mostrou eficaz ao combate ao crime nos países em que está legalmente introduzida como Lei, muito ao contrário, tem gerado reações de revolta e violência, causando muitos danos materiais, e muitas outras mortes, pela reação violenta dos que não aceitam esse tipo de punição para um ser humano.

Para uma eficiente forma de conscientização da sociedade para o respeito às leis, estas devem ser elaboradas de forma a dar aos seus transgressores, a oportunidade de repararem seus erros, muitas das vezes cometidos de maneira impensada e sem uma intenção prévia, acontecendo num momento de profundo desespero e desequilíbrio que pode acontecer com qualquer cidadão comum.

Em o Livro dos Espíritos, mais precisamente na questão 760, diz: Desaparecerá algum dia, da legislação humana, a pena de morte?

“Incontestavelmente desaparecerá e a sua supressão assinalará um progresso da Humanidade. Quando os homens estiverem mais esclarecidos, a pena de morte será completamente abolida na Terra. Não mais precisarão os homens de ser julgados pelos homens. Refiro-me a uma época ainda muito distante de vós.”

Sem dúvida, o progresso social ainda muito deixa a desejar. Mas, seria injusto para com a sociedade moderna quem não visse um progresso nas restrições postas à pena de morte, no seio dos povos mais adiantados, e à natureza dos crimes a que a sua aplicação se acha limitada. Se compararmos as garantias de que, entre esses mesmos povos, a justiça procura cercar o acusado, a humanidade de que usa para com ele, mesmo quando o reconhece culpado, com o que se praticava em tempos que ainda não vão muito longe, não poderemos negar o avanço do gênero humano na senda do progresso.

Ética, Política e Espiritismo


O fantasma do retrocesso teocrático assombra? Cabe a cada um de nós a responsabilidade de eleger nossos representantes através do voto. Entretanto, muito cuidado com candidatos que oferecem mundos e fundos, vantagens e até o absurdo da salvação. “O Espírita, como todo e qualquer cidadão brasileiro, é livre para ser candidato,escolher candidato e votar em quem desejar. É claro que, consciente da sua responsabilidade, ele não escolherá os candidatos que defendam o aborto, a pena de morte, a eutanásia, a liberação das drogas e em qualquer ato de violência contra as leis de DEUS.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Faça do estudo um hábito


Faça do estudo um hábito.

-

- Estabeleça

um horário de estudo;
- Uma atitude firme

e serena o levará a perceber

a determinação e a

importância deste momento.
- Lembre-se:

a hora de estudar não deve

se transformar em hora

de sofrimento, mas de

progresso íntimo.

MULHER






A GARRIDICE O PAPEL DA MULHER ESTADO SOCIAL DA MULHER MISSÃO DA MULHER
EMANCIPAÇÃO DA MULHER A MULHER É A FAMÍLIA AS MULHERES

A inferioridade moral da mulher em certas regiões do mundo procede do domínio injusto e cruel que o homem exerceu sobre ela. Uma conseqüência das instituições sociais e do abuso da força sobre a debilidade. Entre os homens pouco adiantados do ponto de vista moral a força é o direito.

Para assinalar funções particulares, a mulher é fisicamente mais fraca do que o homem. Este se destina aos trabalhos rudes, por ser o mais forte; a mulher aos trabalhos suaves; e ambos a se ajudarem mutuamente nas provas de uma vida cheia de amarguras.

A debilidade física da mulher não a coloca naturalmente na dependência do homem; Deus deu a força a uns para proteger o fraco e não para o escravizar.

As funções a que a mulher foi destinada pela Natureza têm tanta importância quanto as conferidas ao homem e até maior; é ela quem lhe dá as primeiras noções da vida.

A emancipação da mulher segue o processo da civilização, sua escravização marcha com a barbárie. Os sexos, aliás, só existem na organização física, pois os Espíritos podem tomar um e outro, não havendo diferenças entre eles a esse respeito. Por conseguinte, devem gozar dos mesmos direitos. (Respostas dos Espíritos Superiores aos itens 817 a 822-a de O Livro dos Espíritos).

Nota: Deus apropriou a organização de cada ser às funções que ele deve desempenhar. Se deu menor força física à mulher, deu-lhe ao mesmo tempo maior sensibilidade, em relação com a delicadeza das funções maternais e a debilidade dos seres confiados aos seus cuidados. (AllAn Kardec).

Há quase cento e cinqüenta anos este livro (O Livro dos Espíritos) indicava a solução exata do problema feminino: igualdade de direitos e diversidade de funções. Marido e mulher não são senhor e escrava, mas companheiros que desempenham uma tarefa comum, com a mesma responsabilidade pela sua realização. O feminismo adquire um novo aspecto à luz deste princípio. A mulher não deve ser a imitadora e a competidora do homem, mas a sua companheira de vida, ambos mutuamente se complementando na manutenção do lar, que é a célula básica da estrutura social. (J. Herculano Pires).

SE NÃO EXISTISSE O MAL, AS CRIATURAS SERIAM UNIFORMES, SEM INDIVIDUALIDADE DEFINIDA, INDIFERENTES AO PROGRESSO PSÍQUICO, AVESSAS À PRÁTICA DO BEM, À CONQUISTA DA PERFEIÇÃO.

O MAL É O LÁTEGO ARDENTE QUE ESTIMULA TODAS AS ALMAS A MARCHAR PARA A FELICIDADE ETERNA E PARA A ISENÇÃO DAS DORES



Mulheres, sois as companheiras inseparáveis do homem; com ele formais uma cadeia indissolúvel que a desgraça não pode romper, a ingratidão não deve manchar, e não poderia quebrar-se, porque o próprio Deus a formou e, posto às vezes tenhais na alma essas preocupações sombrias, que acompanham a luta, contudo rejubilai-vos, porque nesse imenso trabalho de harmonia terrena, Deus vos deu a mais bela parte!

Quando tudo da errado

O que se faz naquele dia em que tudo parece dar errado?

Há quem diga: Levantei com o pé esquerdo.

Entende-se que quem assim fala, acredita que um pé é mais valioso do que outro.

Esquece-se de que ambos os pés são preciosos, pois que a base sobre a qual recai o peso do corpo, sustentado pelas pernas.

De toda forma, nesse dia em que tudo deve dar errado, porque começou errado, o que fazer?

Primeiro: repelir a idéia de uma perseguição de Deus aos Seus filhos.

As coisas não dão errado porque Deus quer.

Dão errado porque nós, os Seus filhos, agimos errado.

Vejamos. Você levantou pela manhã atrasado? De quem é a culpa?

Não é do despertador, que não soou o alarme, ou soou mais tarde.

A questão é sua, porque quem programa as funções do aparelho é você.

Portanto, não há porque se zangar. O que acontece, em seguida, para o melhor ou para o pior, é sua decisão.

Você pode levantar de um pulo, pôr-se em pé, sair às tontas do quarto e... se bater na porta, em um móvel.

Pensasse que nada traria de volta os minutos passados, levantaria com calma e faria tudo com mais vagar.

Quando você está com pressa e tenta fazer várias coisas ao mesmo tempo, tem muita probabilidade de algo desagradável acontecer.

O leite transborda, sujando o fogão, você se corta ao fazer a barba, o botão da camisa cai, pela violência que você usa, tentando abotoá-lo.

Enfim, a lista é quase interminável. E a culpa, com certeza, não é de Deus.

Faça tudo com calma. O carro não dá partida?

Verifique o porquê e resolva, se possível, sem se estressar.

Perdeu o horário do ônibus?

Lembre que a sua ansiedade ou a sua irritação não fará o próximo se adiantar. Espere.

Se preciso, avise seu superior, sua chefia, seu cliente, do atraso.

Se perderá uma aula, uma prova, já perdeu. De que adianta gritar, se zangar? Nada trará de volta os minutos perdidos.

A palavra já diz: perdidos.

O trânsito está congestionado? Não faça tolices, não viole as regras do bom motorista.

Tenha sempre à mão um livro, uma revista e aproveite o tempo.

A chuva o surpreendeu no caminho? Aguarde um pouco. Tudo passa. A chuva também passa.

Aguardar um pouco não lhe deve causar maior preocupação.

Enfim, em tudo seja responsável e pense que em suas mãos está permitir que tudo ande nos eixos, ou não ande.

Tudo se resolva, a pouco e pouco, ou não.

Por fim, pense: não vale a pena perder minutos preciosos da vida por estresse, irritação ou impaciência.

Deus quer a sua felicidade. Colabore com Ele nesta conquista.

* * *

Tudo no Universo traduz harmonia, precisão. Os planetas obedecem às suas trajetórias e cada qual se enquadra, na linha do dever que lhe é própria.

Os astros giram, as estrelas lançam sua luz ao espaço. Tudo obedece ao Grande Pai de todos nós.

Não sejamos diferentes. Harmonizemo-nos.

Colaboremos com nossa própria felicidade.

E pensemos a cada dia: Hoje tudo vai dar certo. Perfeitamente certo.

Eu farei o possível para tudo acontecer acertadamente.



Redação do Momento Espírita.
Disponível no Cd Momento Espírita, v. 13, ed. Fep.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Ações Cruéis

Em se observando a enorme diversidade dos animais, descobre-se como o Pai Criador foi pródigo em tudo providenciar ao homem.

Os animais o vestem com suas peles, o alimentam com seus ovos, seu leite, sua carne. Aquecem-no com suas penas e lã.

Com alegria, lhe deliciam os ouvidos tecendo sinfonias nos ramos das árvores ou aprisionados em gaiolas douradas.

Retribuem as carícias com fidelidade extremada, até o sacrifício da própria vida.

Em uma palavra, servem a Humanidade. E o que tem feito o homem pelos animais?

Basta se viaje e nas rodovias se encontram à venda várias aves, especialmente periquitos e papagaios, recém retirados do seu habitat.

Repousam ali, sobre varas improvisadas, de asas cortadas para não alçarem vôo.

Se a necessidade ou a ignorância de quem as retira da mata pode ser entendida, como se desculpar o homem que passa no seu carro, a negócios ou a passeio, que pára e adquire o espécime?

Para quê? Para servir de brinquedo ao filho? Por quanto tempo? Para servir de adorno?

Logo, o bichinho está relegado a um canto, triste. Morre cedo, na maioria das vezes, porque longe da liberdade da sua mata, quando não por doenças que contrai pela alimentação inadequada que recebe.

De outras vezes, descobre-se nos centros urbanos, junto a piscinas improvisadas ou nos jardins, tartarugas e cágados.

Também retirados pequenos do seu local de origem, fazem a alegria da criançada... Por algum tempo.

Até crescerem tanto que deixam de ser engraçadinhos. Alimentados de forma incorreta, têm os seus cascos amolecidos e acabam sendo entregues, quando o são, a zoológicos da cidade.

Para que tirá-los da condição de liberdade?

Tudo isso demonstra a crueldade do ser humano. Crueldade que é fruto do seu egoísmo e do pouco valor que dá à vida.

Já se viu, muitas vezes, burros e mulas com os ossos à mostra, carregando fardos pesadíssimos. E ainda recebendo chicotadas. Fome, trabalho excessivo, maus tratos.

Patos e suínos confinados em espaços mínimos, em especial regime de engorda. Prisioneiros, para acelerar a hora de serem levados ao mercado consumidor ou produzirem a melhor iguaria para sofisticados pratos.

Onde o respeito à vida, à natureza, ao ser inferior?

Conscientizemo-nos de que somente alcançaremos a felicidade, quando não venhamos a distribuir o mal, seja para a Terra que nos agasalha, seja para os seres que a habitam.

Porque em síntese, toda agressão à natureza redunda em prejuízo para quem a pratica.

* * *

Carl Sagan, astrônomo americano, disse que se fôssemos visitados por um viajante espacial que examinasse nosso planeta, ele possivelmente concluiria que não há vida inteligente na Terra.

É que o hipotético viajante iria logo descobrir que os organismos dominantes da Terra estão destruindo suas fontes de vida.

A camada de ozônio, as florestas tropicais, o solo fértil, tudo sofrendo constantes ataques.

Redação do Momento Espírita, com base em artigo
publicado na Revista Veja de 27.03.1996.
Em 06.02.2009